Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Profissional Moderno

Profissional Moderno

12
Abr21

Quais os hábitos de pessoas de alto rendimento?

Luís Rito

Porque será que algumas pessoas atraem tanto o sucesso? Será que têm alguma aura especial, ou será algo com que nascem, e portanto inato? Sendo eu uma pessoa que acredita fielmente que todos nós podemos melhorar continuamente, a minha convicção é que o talento é útil até certo ponto. Na minha opinião, uma pessoa que de uma forma inata tem talento, mas que não o trabalha, não é superior a uma pessoa que pratica todos os dias para se tornar melhor. No longo prazo, a pessoa que dia após dia coloca esforço na procura da perfeição, ganhará a quem tem talento mas não o pratica de forma tão regular. Durante vários anos tentei perceber que características alguém com talento apresenta, e o que os faz ser tão especiais. Quem já me conhece, sabe que acredito no poder dos hábitos, e tudo o que sugiro abaixo está muito apoiado em hábitos diários. Sem mais demoras, as características que considero fundamentais são:

 

1. Ter confiança nas suas capacidades & correr riscos

 

A primeira característica é talvez uma das mais importantes. Se não temos confiança nas nossas capacidades, dificilmente conseguiremos ser profissionais de alto rendimento. Em primeiro lugar, a mente tem que acreditar. Se a mente não acreditar, nunca assumiremos riscos maiores, e não assumindo riscos maiores, a possibilidade de crescimento fica seriamente limitada. Um profissional evolui sempre que se coloca numa situação de desconforto. O desconforto contudo é temporário, e rapidamente nos habituamos a ele, o que nos torna mais fortes. É exatamente isso que acontece quando vamos ao ginásio, temos que colocar os músculos numa situação de desconforto, para que as suas fibras sejam destruídas, já que depois vão crescer mais fortes. O ser humano é todo ele equipado para evoluir e adaptar-se. Se passarmos uma lixa numa das nossas mãos até esta ficar em sangue, e a deixarmos regenerar, a pele vai crescer mais forte nessa zona. O mesmo acontece com o nosso cérebro, temos de nos colocar em situações mais difíceis e desafiantes para crescermos e evoluirmos enquanto profissionais. E isso só pode acontecer se acreditarmos nas nossas capacidades.

 

2. Praticar, praticar e praticar

 

A teoria não é nada sem a prática. É por isso que as formações que hoje em dia se dão a milhares de pessoas são pouco eficazes. Uma formação tem um prazo de validade muito curto. Isto significa que após uma formação, os seus conteúdos devem ser colocados em prática o mais rapidamente possível, caso contrário o nosso cérebro vai esquecê-los rapidamente. O caminho entre a teoria e a prática deve ser encurtado ao máximo. Tudo isto significa que necessitas de praticar muito se queres ser um profissional de alto rendimento. Não basta ler muitos livros ou ter muitas formações, tens que aplicar o que aprendeste no dia-a-dia, é a única forma da informação ficar gravada na tua cabeça. Por exemplo, se tiraste um curso avançado de excel, utiliza-o de imediato, seja em tarefas novas, seja para melhorar trabalho que já tenhas, mas que continuas a utilizar. Se tiras um curso de liderança, aplica deste o primeiro dia com a tua equipa. Se aprendeste a cozinhar, faz o almoço ou jantar no dia seguinte. É normal que as coisas não corram logo bem da primeira vez, mas um excelente profissional é aquele que aprende com os erros e melhora continuamente.

 

High performance professional

Photo by Nguyen Dang Hoang Nhu on Unsplash

 

3. Fazer exercício físico

 

Mente sã em corpo são. Não me canso de apregoar os benefícios do exercício físico nas nossas vidas. É super importante o nosso corpo estar bem para que possamos dar o nosso máximo a nível profissional. A par com o exercício físico, posso também juntar a importância de dormir bem e alimentar-se bem. Todos estes 3 hábitos (comer bem, dormir bem e fazer exercício) vão tornar-te mais confiante, mais focado e mais feliz. Algo que me acontece com regularidade é encontrar soluções para problemas enquanto estou a fazer exercício, por exemplo a caminhar. Isto acontece devido ao aumento de circulação sanguínea no cérebro. O exercício é ainda muito potente na redução do stress, já que existe libertação de endorfinas durante a sua realização. Isso produz uma sensação de calma, relaxamento, auto-confiança, bom humor, etc, etc :). Para ajudar, o exercício ainda te ajuda muito na tua saúde, portante, não facilites neste ponto.

 

4. Ter a capacidade de se auto-motivar

 

Um profissional de alto rendimento tem que acima de tudo ter a capacidade de se manter motivado. Não pode depender de terceiros. É por isso que é tão importante ter a capacidade de estar no seu melhor todos os dias. Claro que será impossível estarmos no nosso melhor sempre, mas o grande objetivo é maximizar esses dias. É fácil sermos muito produtivos quando estamos motivados, mas é quando não estamos que está o segredo. Mesmo quando não te apetece, a capacidade de persistir e de fazer algo é o que distingue quem são as pessoas de alto rendimento. Para que isso aconteça, deves focar-te nas pequenas vitórias e obter motivação daí. Por exemplo, devemos celebrar cada dia como um dia em que estamos mais próximos daquele grande objetivo que temos. Se for possível estabelecer pequenos milestones, melhor! Se por exemplo estás a escrever um livro, cada capítulo pode ser um milestone, e cada dia deves olhar para o que realizaste e perceber que estás mais perto do próximo milestone, e consequentemente do objetivo final. Dessa forma vais ganhar motivação e vais conseguir animar-te a ti próprio(a).

 

5. Ser excelente a planear

 

Um profissional de alto rendimento deve saber planear muito bem. Estabelecer objetivos de longo, médio e curto prazo vai ajudar-te a manter o rumo correto. De nada adianta trabalhar muito se depois não te estás a dirigir na direção correta. Deves saber bem quais os teus objetivos, e como planeias lá chegar. Claro está que este passo te vai ajudar a ganhar também motivação (ponto 4 acima), pois vais seguir um plano traçado por ti. Por cada etapa que avanças vais sentir-te muito bem e mais próximo do objetivo final. Um bom plano também te ajuda a não procrastinar, pois tens datas objetivo para cumprir impostas pela pessoa mais importante, tu! Não descures a importância de um bom planeamento.

 

6. Ajudar os outros

 

Este último ponto é muitas vezes descurado, mas considero fundamental. O conhecimento deve ser partilhado com quem demonstre vontade de o receber. Ajudar os outros é trabalhar para o win-win, ganha a pessoa que recebe o conhecimento, e ganhas tu na satisfação que vais ter em ajudar alguém. Outra grande vantagem é que o conhecimento fica muito mais consolidado na tua cabeça, dar formação a alguém faz com que te tornes um especialista no tema que ensinas. Por outro lado, as pessoas também te vão ficar agradecidas e devido ao princípio da reciprocidade (responder a uma ação positiva com outra ação positiva) vão ajudar-te sempre que possam. Não guardes a informação apenas para ti, opta por partilhar. Uma vela não perde nada em acender outra vela.

 

Falámos de 6 hábitos do profissional de alto rendimento. É possível que alguns deles já os faças de forma regular, e se assim o é, parabéns estás no bom caminho. Caso não os faças, opta por ir cultivando estes hábitos, um a um, até que se tornem automáticos para ti. A prática leva à perfeição. Vamos começar?

 

 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.